quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Mistica da IIIª Secção













"De entre as diversas fases da idade evolutiva, cada qual com características e dinamismos próprios, salienta-se esta por constituir um período de descoberta particularmente o "eu" humano e das potencialidade que lhe são inerentes" (cf.João Paulo II, discurso aos jovens em 31/11/85, nº3).

As idades dos jovens pioneiros situam-se entre os 14 e os 17 anos. Como o papa João Paulo II teve oportunidade de referir neste seu discurso aos jovens, esta é uma idade crucial. É a idade em que os jovens se começam a descobrir. É a fase em que deixam de aceitar tudo o que lhes é dito, tudo o que vêm só porque lhes dizem que sim, só porque lhes dizem que é assim que está correcto.
Começam a tomar consciência das suas próprias opiniões, das suas próprias ideias.Começam a pensar por eles, a formar as suas opiniões, a fundamentá-las,deixam de se contentar com o "é assim porque sim".
Sentem a necessidade de ir mais longe, de ir à raiz das questões, querem sempre saber o porquê. É a fase da entrada no pensamento reflexivo, da introspecção, da tomada de consciência do próprio ser, da responsabilidade.
É aqui, nesta mudança na forma como encaramos a vida, que se faz a distinção entre a criança e o adulto, entre o explorador e o pioneiro. É nesta idade que importa encontrar a resposta para questões como: que fazer para que a minha vida tenha todo o seu valor e pleno sentido?
Mas a grande novidade, e que pode e deve ser assumida como típica desta Secção, é a acção que o adolescente é chamado a desenvolver no seu interior na busca de um caminho próprio, descobrindo razões de viver e de esperar, determinando-se por escolha própria e não se deixando levar ao sabor da corrente.

O Pioneiro é, por definição, alguém que aceita a insegurança como condição de vida, o risco como desafio, a busca de novos rumos como pista a percorrer, o desbravar de ignoradas áreas como objecto do seu empenhamento.

No escutismo, os pioneiros são elementos activos na evolução e transformação da sua sociedade. Arrojados, apaixonados, dedicados e avidos de perfeição, colaboram com a sua acção para um mundo melhor.

"Joana Paulo"
Equipa Salgueiro Maia

1 comentário:

gf disse...

Ora aí esta “…..é a acção que o adolescente é chamado a desenvolver no seu interior na busca do caminho próprio, descobrindo razões de viver e de esperar, determinando-se por escolha própria e não se deixando levar ao sabor da corrente.” Encontraste o caminho para a verdadeira felicidade, não te canses de o mostrar a cada jovem que Deus põe no teu caminho……
Continua a escrever.